Mitologia Grega

Os Gregos eram politeístas, isto é, adoravam vários deuses, acreditando que esses deuses tinham forma humana, embora fossem mais belos e poderosos que os homens, imortais e possuidores de poderes mágicos.

Os deuses gregos revelavam também qualidades e defeitos semelhantes aos dos seres humanos: apaixonavam-se, sofriam, conheciam aventuras e desventuras e os Gregos falavam deles como se fossem pessoas: contavam a história da sua vida, as suas lutas, sentimentos...

O conjunto das histórias maravilhosas da vida dos deuses e heróis gregos chama-se mitologia.

     

Para os Gregos, os deuses eram descendentes da terra - Gaia - e do céu - Urano - e tinham grandes semelhanças com os homens.

O Monte Olimpo é o ponto mais alto de toda a Grécia, com uma altitude de 2 917m. Na antiga Grécia, foi considerado a casa dos deuses importantes. Segundo reza a história, a entrada para o Olimpo fazia-se através de um portão feito de nuvens, isto talvez se possa atribuir ao fato de o cume da montanha, devido à sua altitude, estar sempre coberto de nuvens.

Gregos

Romanos

Deuses - simbologia

Zeus

Júpiter

Pai dos deuses, filho de Cronos e de Reia. A esposa de Zeus foi sua irmã Hera. É designado também por Padre, Tonante e Jove. Era representado como homem forte e barbado, de aspecto majestoso, com um raio na mão sobre uma águia.

Afrodite

Vénus

Filha de Zeus e Dione. É a deusa do amor e da beleza. Hefesto recebeu-a como esposa, mas esta, incapaz de lhe ser fiel, procurou o amor de Ares,  de quem teve Eros. Amou também Hermes, Dioniso, Anquises (de quem teve Eneias) e Adonis.

Ares

Marte

Deus da guerra, presente em todos os combates. Era representado como um guerreiro completamente armado, acompanhado por um galo. Fiel apaixonado de Vênus.

Apolo

Deus das Artes. O deus mais venerado depois de Zeus. Identifica-se com o Sol - daí ser chamado também Febo (brilhante) - e o ciclo das estações do ano..

Artemis

Diana

Filha de Zeus e da irmã de Apolo. Deusa da caça e da castidade é representada num coche, tirada por corças, armada de arco e flechas com setas e uma meia-lua sobre a cabeça.

Atena

Minerva

Deusa da Sabedoria e da guerra justa possuía uma disposição pacífica, representando a preponderância da razão e do espírito sobre o impulso irracional. Deusa protectora de Atenas e outras cidades da Ática. Acredita-se que ela era originalmente a deusa-serpente de Creta. Imagem guerreira, com capacete, lança, escudo e couraça.

Eolo

Deus dos ventos

Poseídon

Neptuno

Deus dos mares era filho de Cronos, deus do tempo, e Reia, deusa da fertilidade e irmão de Zeus e Hades. É representado como um homem forte, de barbas brancas, com um tridente na mão e acompanhado de golfinhos e outros animais marinhos.

Hefestos

Vulcano

Deus do fogo. Patrono dos ferreiros e dos artesãos em geral, é responsável, segundo a lenda, pela difusão da arte de usar o fogo e da metalurgia. Era geralmente representado como um homem de meia-idade, barbado, vestido com uma túnica sem mangas e com um gorro sobre o cabelo desgrenhado.

Heróis Gregos

Além dos vários deuses, a quem adoravam e veneravam, existem ainda muitas histórias sobre heróis gregos que realizavam as mais destemidas façanhas e se embrenhavam nas mais empolgantes aventuras.

Aquiles

Era o guerreiro mais forte dos gregos. Filho de um homem (Peleu) e da deusa Tétis. Quando nasceu sua mãe mergulhou-o nas águas de um rio que protegiam todas as partes do seu corpo banhadas pelas águas. Mas como a mãe lhe pegou pelo calcanhar foi só esta parte do corpo que era vulnerável. Morreu no assalto a Troia, trespassado por uma flecha que se cravou no seu calcanhar.

Hércules

Herói grego muito forte enfrentou doze dificuldades, conhecidas pelos doze trabalhos de Hércules.

Jasão

Chefiou a expedição dos argonautas em busca do “velo de ouro” tendo enfrentado imensos perigos e aventuras.

Perseu

Filho de Zeus, casou com Andrômeda. Na sua viagem de regresso da Etiópia transformou os seus companheiros em pedra ao mostrar-lhes a cabeça da Górgona.

Édipo

Rei de Tebas decifrou o enigma da esfinge. Sem o saber matou o pai e casou com a própria mãe. Mais tarde, quando soube o que fizera, cegou-se a si próprio para não contemplar o horror que cometera.

Teseu

Venceu o Minotauro que era o monstro que existia no labirinto de Creta, com a ajuda de Ariadne.

Ulisses

…..

Animais e monstros mitológicas

Centauro

Metade homem, metade cavalo.

Ciclopes

Criaturas gigantes com um olho no meio da testa

Minotauro

Metade touro, metade homem guardava o labirinto de Creta

Pégaso

Cavalo alado

Lendas mitológicas

Ariadne

Dédalo construiu o labirinto de Creta, onde vivia o Minotauro (metade monstro metade homem).Exigia sacrifícios humanos cujas vítimas eram raparigas atenienses. Teseu entrou no labirinto com a ajuda do fio de Ariadne, tendo morto o Minotauro.

Narciso

Ao beber água de uma fonte viu a sua imagem refletida e apaixonou-se por si próprio. Não podendo satisfazer a sua paixão morreu de desgosto e o seu corpo transformou-se na flor que ficou com o seu nome.

Sísifo

Foi condenado pelos deuses a transportar uma pedra às costas para cima de um monte. Quando chegava lá acima a pedra escorregava-lhe dos ombros e rolava até ao sopé do monte. Sísifo tinha de  ir buscar outra vez. Estava condenado a fazer isto eternamente.

Tântalo

Foi condenado pelos deuses a ficar eternamente com fome e sede. Estava acorrentado a uma árvore e os frutos desciam até estar ao seu alcance, mas quando estendia as mãos para apanhá-los, os frutos fugiam. Do mesmo modo, o lugar onde estava ficava inundado de água e quando tentava beber a água escapava-se do seu alcance.

  

Como referenciar: "Mitologia Grega" em Só História. Virtuous Tecnologia da Informação, 2009-2020. Consultado em 30/03/2020 às 01:06. Disponível na Internet em http://www.sohistoria.com.br/ef2/mitologiagrega/

Divirta-se com o LOBIS HOMEM

CARNAVAL LOBELEZA

O SONHO DE SER CANTOR