Cultura Medieval (continuação)

As artes

A arte medieval também era essencialmente religiosa. No campo das artes, destaca-se a arquitetura, com a construção de templos, igrejas, mosteiros e palácios.

Na arquitetura da Idade Média, predominaram dois estilos: o românico e o gótico.

As construções em estilo românico (séculos X, XI e XII) caracterizam-se pelos arcos redondos, paredes baixas e grossas, grandes colunas, janelas pequenas e interior pouco iluminado.


Catedral de Worms, na Alemanha, em estilo românico.

As construções em estilo gótico (final do século  XII ao século XV) caracterizam-se pelos arcos em formato ogival, janelas maiores e mais numerosas, paredes altas e interior iluminado.

As janelas eram ornamentadas com belíssimos vitrais. Estes eram formados por pequenas placas de vidro colorido, unidas por chumbo, formando desenhos e mosaicos.


O colorido e a exaltação da luz na rosácea de Sainte-Chapelle, Paris.

Na pintura, destacam-se as miniaturas ou iluminuras, feitas para ilustrar os manuscritos e os murais. Os murais eram pinturas feitas nas paredes, geralmente retratando figuras religiosas.

Na escultura, utilizava-se o metal, o marfim e a pedra. Um grande número de imagens decorava o interior dos templos.

A maior parte das obras de arte da idade Média não tem autoria definida. Isso porque, de acordo com o alto clero medieval, o verdadeiro autor era Deus, que, por meio dos seres humanos, expressava suas ideias e vontades.


Portal régio da catedral de Chartres, na França, considerado um dos mais belos conjuntos em estilo gótico.

  

Como referenciar: "Cultura Medieval - As artes" em Só História. Virtuous Tecnologia da Informação, 2009-2020. Consultado em 07/08/2020 às 15:15. Disponível na Internet em http://www.sohistoria.com.br/ef2/cultmedieval/p2.php

Divirta-se com o LOBIS HOMEM

Produtos de quando CORONA era motivo de alegria

O sonho de ser cantor