Você está em Ajuda > Resumos

Resumo - Egito - Antiguidade Oriental

Localização

- Nordeste da África
- Margens do rio Nilo

Período Pré-Dinástico (4000 - 3200a.C.)

- Comunidades rudimentares e autônomas (nomos);
- Crescimento dos nomos – Revolução Urbana – Superioridade tecnológica (Irrigação, diques e hieróglifos, calendário solar - 12 meses de 30 dias + 5 dias);
- União entre nomos – reinos (3500 a.C.);
- Alto Egito;
- Baixo Egito;
- Conquista do Baixo Império e unificação (3200a.C.);
- Menés primeiro faraó;

Período Dinástico (3200 - 2300a.C.)

- Faraó
- Dono de todas as terras;
- População deve servi-lo como deus vivo;
- Antigo Império (3200 – 2300a.C.);
- Médio Império (2000 – 1580a.C.);
- Novo Império (1580 - 525a.C.);

Antigo Império (3200 - 2300a.C.)

- 1ª Capital - Timis (período temita);
- 2ª Capital – Mênfis (período menfita) – Atual Cairo;
- Construção das Pirâmides de Gizé;
- Caráter religioso e pacífico até 2300;
- Aumento do poder dos monarcas (enfraquecimento governamental);
- Inúmeras lutas – crise produtiva;

Médio Império (2000 – 1580a.C.)

- Restabelecimento do poder centralizado por Tebas (período tebano);
- Invasões estrangeiras (hicsos) – 1800a.C. (militarmente superiores);
- Domínio hicso por mais de 200 anos;
- Despertar de sentimento nacionalista – expulsão dos hicsos em 1580a.C.;

Novo Império (1580 - 525a.C.)

- Apogeu;
- Ampliação das fronteiras;
- Escravização dos hebreus;
- Mais importantes faraós;
- Tutmés III – aumenta as fronteiras até o Eufrates;
- Amenófis IV – tentativa de diminuição do poder dos sacerdotes;
- Vitória dos sacerdotes – coroação de Tutenkhamon;
- Ramsés II – grandes conquistas militares;
- Invasão e conquista pelos Assírios de Assurbanípal (662a.C.);
- Restabelecimento da Independência (período saíta);
- Intensificação do comércio;
- Lutas internas;
- Invasões estrangeiras;
- Domínio Persa em 525a.C.;
- Restabelecimento da autonomia política no séc XX;

Economia e Sociedade

- Economia baseada na agricultura (trigo, cevada, algodão, papíro e linho);
- Atividades de pesca e criação de animais;
- Época de cheias:
- Manutenção das instalações de irrigação;
- Trabalho nas grandes obras estatais;
- Produção de tecidos, vidros e navios;
- Centralização da organização econômica nas mãos do Estado;
- Supremacia do faraó;
- Estocagem dos excedentes agrícolas pela burocracia governamental;
- Pirâmide social: No topo o faraó, abaixo dele a aristocracia composta pela elite e pelos sacerdotes, abaixo a grande massa trabalhadora e camponesa, e abaixo os poucos escravos.

Religião e Ciências

- Politeístas (antropozoomórficos);
- Cheia sucede a vazante – vida sucede a morte:
- preservação do corpo;
- alma retorna ao corpo;
- Técnica de mumificação – controlada pelos sacerdotes;
- Conhecimento do corpo – avanços na medicina;
- Desenvolvimento de astrologia e engenharias avançadas;

Arte e Escrita

- Arquitetura destacável;
- Desenvolvimento de Hieróglifos

Como referenciar: "Resumo - Egito - Antiguidade Oriental" em Só História. Virtuous Tecnologia da Informação, 2009-2018. Consultado em 21/06/2018 às 16:44. Disponível na Internet em http://www.sohistoria.com.br/resumos/egito.php