Você está em Ajuda > Biografias

Copérnico

Durante o Renascimento, alguns ramos da ciência tiveram grandes avanços. Mas nem sempre as descobertas científicas eram bem vistas pelas autoridades da Igreja católica. Alguns cientistas foram obrigados a esconder seus experimentos e invenções, pois podiam ser acusados de heresia. Foi o caso do astrônomo polonês Nicolau Copérnico (1473 – 1543).

Copérnico revolucionou a ciência ao mostrar que a Terra gira em torno do Sol.  A Igreja  ficou perplexa com essa teoria, pois, segundo seus teólogos, a Terra era plana, imóvel, o centro do Universo: o Sol girava em torno dela.


Nicolau Copérnico


O cientista Copérnico foi o primeiro a provar que a Terra gira em torno do Sol.

Filho de família rica, Copérnico foi educado por um tio, que era bispo e o tornou membro da Igreja. Logo cedo, entretanto, procurou desenvolver estudos que ampliavam a explicação religiosa para o mundo e a natureza.

Com apenas 18 anos, Copérnico já estudava astronomia e matemática na Universidade da Cracóvia, Polônia. Depois de uma passagem pela península Itálica, onde aperfeiçoou seus conhecimentos, imaginou o duplo movimento dos planetas: o e rotação e o de translação.


Pintura do século XVI, representando Copérnico no alto de seu observatório perscrutando o céu.

Para desenvolver suas teorias, instalou um observatório no alto de uma torre. Ali passou noites e dias a observar o céu. Copérnico fez inúmeros cálculos com instrumentos por ele mesmo fabricados. Tudo o que descobriu apontava para o mesmo resultado: o Sol não se move; ele está no centro de um conjunto de planetas que giram o seu redor.

O astrônomo também explicou  a existência das estações do ano e a duração dos dias e das noites.

As teorias de Copérnico só foram aceitas pela Igreja mais de um século depois da sua morte.

Como referenciar: "Copérnico" em Só História. Virtuous Tecnologia da Informação, 2009-2018. Consultado em 21/05/2018 às 11:54. Disponível na Internet em http://www.sohistoria.com.br/biografias/copernico/