Você está em Ajuda > Biografias

Guilherme, o Conquistador

Rei inglês (1028?-9/9/1087). Nasce em Falaise, Normandia. Filho ilegítimo do duque da Normandia, é reconhecido como herdeiro, mas, ao receber o ducado, enfrenta a oposição de senhores feudais e de parentes, que não aceitam a entrada de um bastardo na família.

Em 1046 defronta-se com uma revolta dos nobres e, com a ajuda de tropas do rei da França, sufoca a insurreição no ano seguinte. Em 1064 é novamente atacado, obtém nova vitória e volta suas aspirações expansionistas para o outro lado do Canal da Mancha.

Tem direitos sucessórios: no século X, quando os vikings dominam a Inglaterra, a família real saxônica refugia-se na Normandia. No exílio, Eduardo, o Confessor clama pelo direito de rei verdadeiro da Inglaterra. Nove anos depois de retomar o trono, em 1042, indica Guilherme para seu sucessor, por julgar que os normandos, que o haviam protegido no exílio, são seus únicos amigos.

Guilherme decide impor seus direitos em 1066, após a morte de Eduardo. Invade a Inglaterra e derrota as tropas do conde Harold, irmão de Eduardo, na Batalha de Hastings.

Em 25 de dezembro é coroado Guilherme I da Inglaterra. Fundador de uma nova dinastia, promove uma reestruturação radical no poder político e na sociedade do país ao introduzir um feudalismo monárquico poderoso, reformar a Igreja e criar tribunais para o povo. Morre em Rouen, na Normandia.

Como referenciar: "Guilherme, o Conquistador" em Só História. Virtuous Tecnologia da Informação, 2009-2018. Consultado em 21/05/2018 às 11:47. Disponível na Internet em http://www.sohistoria.com.br/biografias/guilherme/